E-mail
Senha
06/05/2009
BANCO REAL É O PRIMEIRO DO SETOR A CUMPRIR META LEGAL DE CONTRATAÇÃO DE DEFICIENTES
Banco promove desde 2001 o Programa de Valorização da Diversidade


O Banco Real foi o primeiro banco a cumprir e superar a meta legal, que estabelece a contratação de 5% de pessoas com deficiência, no quadro de trabalhadores das empresas. "Fechamos janeiro de 2009 com 1.355 contratados, portanto estamos acima dos 5% de nosso quadro em 20 funcionários", diz Lilian Guimarães, diretora-executiva de Recursos Humanos do Grupo Santander Brasil. 
O Banco Real promove desde 2001 o Programa de Valorização da Diversidade, que conta entre outras ações com o Programa Febraban de Capacitação Profissional e Inclusão de Pessoas com Deficiência no Setor Bancário, uma iniciativa promovida pela Febraban, em parceria com a consultoria I-Social, Uni Sant´anna, Cursinho da Poli, Prefeitura de São Paulo e 10 bancos. 
O projeto piloto prevê a participarão de 529 pessoas com deficiência, já contratadas nos bancos na função de auxiliar bancário. Eles estão divididos entre o curso de Aprimoramento Educacional e o curso Supletivo do segundo grau "No final de 2005, fui convidado para ajudar a mobilizar e coordenar as atividades de um novo grupo de funcionários, o chamado grupo dos PCDs.
Confesso que este convite teve um efeito profundo na minha auto-percepção, pois eu sempre escondia a minha deficiência auditiva dos outros e até de mim mesmo. Ser padrinho deste grupo maravilhoso de pessoas está sendo uma maneira de superar os meus desafios desta deficiência e também, no sentido mais amplo, é uma forma de mostrar para os outros como a visão dos PCDs pode ajudar o banco a se tornar melhor: um lugar melhor para trabalhar, um banco que atende o cliente PCD melhor e um banco com produtos ainda melhores para este público", conta o superintendente de Risco Socioambiental Christopher Wells, deficiente auditivo, e padrinho do grupo dos PCDs no Grupo Santander Brasil. "Aprendi muita coisa que nem eu sabia que um deficiente visual podia exercer. Os meus amigos e meu chefe acreditaram em mim, e têm muita confiança no meu trabalho. Superei-me por essa iniciativa que o banco teve, de me dar uma oportunidade e eu agarrei bem forte e quero crescer ainda mais. Trabalhar me fez muito bem, eu agora me sinto útil", fala Vanessa Aroca, 29 anos, deficiente visual e assistente administrativa da Segurança Corporativa do banco. Ela utiliza software de voz no computador para realizar suas atividades. No início de fevereiro o Grupo Santander Brasil fez 127 novas contratações de PCDs, sendo 100 destinadas ao Santander e 20 ao Banco Real. 
O Santander está prestes a cumprir a meta estabelecida pela lei existente. O Sistema de Reserva Legal de vagas ou cotas foi implantado no Brasil para garantir a inserção das pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Pela lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, fica estabelecido que a empresa com mais de 100 empregados é obrigada a preencher de 2% a 5% de seus cargos com beneficiários reabilitados ou pessoas com deficiência. Sobre o Grupo Santander Brasil O Grupo Santander Brasil, que reúne os bancos Santander e Real, em dezembro de 2008 contava com ativos totais de R$ 315 bilhões, R$ 204,3 bilhões de captações totais - R$ 124 bilhões em depósitos e R$ 80,4 bilhões em fundos de investimentos, mais de 8 milhões de correntistas ativos e uma rede de 3.592 pontos de venda, entre agências e postos de atendimento. Sobre o Grupo Santander no mundo O Santander (SAN.MC, STD.N), com sede em Madri, tem como atividade fundamental o banco de varejo, o qual complementa com desenvolvimentos globais em banco de atacado, cartões, gestão de ativos e seguros. Ao final de 2008, o Santander tinha ?1,168 trilhão em ativos administrados de mais de 80 milhões de clientes atendidos em mais de 14 mil agências. Fundado em 1857, o Santander é o primeiro grupo financeiro na Espanha e na América Latina e conta com uma importante presença na Europa Ocidental e no Reino Unido. Em 2008, o Banco obteve um lucro líquido atribuído de ? 8,876 bilhões, um crescimento de 9% em relação ao mesmo período de 2007 sem incluir os ganhos extraordinários. Para mais informações, acesse o site www.santander.com. Na América Latina, o Santander é responsável pela gestão de um volume de negócios superior a US$ 200 bilhões (incluindo créditos, depósitos, fundos e patrimônios administrados), por meio de 6.089 agências. Em 2008, o Santander obteve na América Latina um lucro líquido atribuído de ? 2,945 bilhões, um aumento de 10% em relação a 2007.

Mais Notícias

Campinas
Rua Luzitana n° 1401
Fone (19) 3734-3400
Mogi-Mirim
Rua Monsenhor Norá n° 31
Fone (19) 3805-3788
Itu
Rua Domingos Fernandes n° 60
Fone (11) 4023-1844
© 2008 Mastercon.